Publicar livro independente vale a pena - Conheça os prós e contras da autopublicação

Publicar livro independente vale a pena? Conheça os prós e contras da autopublicação!

Você deseja iniciar sua carreira literária, mas ainda não tem certeza se a publicação de livro independente é a melhor alternativa? Se sim, este conteúdo vai ajudar a esclarecer suas ideias sobre autopublicação de livros. Continue lendo e entenda as vantagens e desvantagens desse modelo de publicação!

O que é livro independente

Em primeiro lugar, vamos esclarecer o conceito de livro independente, que às vezes pode gerar confusões. Trata-se de uma publicação realizada pelo próprio autor. Seja por meio de uma editora independente, que presta serviços de edição e publicação, ou pela coordenação editorial do autor da obra.

Assim, é uma forma de lançar seu livro sem estar vinculado a editoras tradicionais. Desse modo, todo autor pode optar por este modelo e publicar suas obras. É por isso que dizemos que, atualmente, com as tecnologias de impressão sob demanda e pequenas tiragens, bem como das plataformas digitais, como da Amazon, qualquer escritor pode ter suas obras publicadas.

Nesse sentido, basta que o interessado conheça os processos básicos de edição para se autopublicar com sucesso.

Se é o seu caso e você sente que precisa saber mais sobre publicação de livros, conheça nosso material Premium, o e-book “Como publicar um livro passo a passo”. Nele, a autora Dani Ferreira compartilha sua experiência de publicação dos seus livros e como você pode ingressar neste mercado.

Como publicar um livro passo a passo

Agora que você já sabe que todo autor pode publicar suas obras por conta própria e que o resultado disso é um livro independente, analise conosco os prós e contras desse investimento.

Vantagens de lançar um livro independente

O mercado de publicação tradicional depende do aceite das editoras tradicionais. Ao contrário das editoras independentes, as tradicionais não cobram pela edição, distribuição e divulgação do livro. Por outro lado, ficam com cerca de 90% do valor de capa do livro. Afinal, elas arcam com todo trabalho envolvido na produção editorial, vendas e marketing do livro.

Dessa forma, as editoras tradicionais investem no tipo de obra com maior potencial de retorno sobre o seu investimento. Logo, geralmente dão preferência por autores conhecidos, Best Sellers, livros internacionais que já foram sucesso de vendas lá fora e etc.

Nesse sentido, nem sempre estão abertas para avaliar originais de novos autores. E, quando estão, costumam ser bem seletivas. Assim, adotam linhas editoriais majoritariamente voltadas para livros com chances de vender em maior volume. Pois, precisam recuperar os seus investimentos e continuar ativas no mercado. É natural e o entendimento dessa dinâmica é fundamental para sua carreira literária.

Enfim, se você é um escritor iniciante, talvez, a forma mais viável de realizar o sonho da publicação é lançar um livro independente.

Por quê?

Bem, o não aceite de editoras tradicionais não significa que seu livro não seja bom. Pode ser o momento, a linha editorial diferenciada, o seu livro pode ser de um nicho muito específico (e tudo bem)! E etc.

Então, se autopublicar pode ser uma alternativa para alcançar um público que as editoras tradicionais não focam ou não conseguem alcançar.

Liberdade para escrever sobre o que você ama

Como explicado anteriormente, de maneira geral, as grandes editoras visam grandes públicos para que possam obter retornos sobre seus investimentos. Assim, é natural que a atenção delas esteja nas tendências do momento.

Por exemplo, em 2020, livros de autoajuda foram os mais comercializados no país.

Em 2012, uma pesquisa revelou que os mais vendidos no Brasil foram livros didáticos e técnicos.

Nos últimos anos, vimos também o crescimento de livros infantis.

Desse modo, é natural que grandes editoras acompanhem as tendências do mercado e optem por publicar determinados tipos de obras. Mas, e se a sua não se enquadrar?

E se você quiser escrever sobre outros temas? Vai deixar seu texto na gaveta por que uma editora tradicional não tem interesse de lançá-lo?

O livro independente é a alternativa para levar suas ideias sobre temas pouco explorados ao seu público-alvo. Mesmo se for um público pequeno.

Autonomia para publicar em diferentes formatos

Imagine que você assinou contrato com uma editora para a publicação de uma determinada tiragem de livros. Por exemplo, um contrato de dois anos.

Nesse meio tempo, você gostaria de publicar também em formato digital (e-book). Mas, a editora não permite que você publique por outros canais durante esse período de contrato. Então, o autor fica condicionado aos termos até o fim do compromisso.

Claro que essa situação também pode ser evitada prestando atenção às cláusulas de contrato e negociando com uma boa editora. Porém, uma das vantagens do livro independente é que o autor tem total autonomia para tomar as decisões sobre sua obra.

Portanto, vale a pena ficar atento às exigências contratuais, sobretudo de prestadores de serviços. Se você preza por autonomia para distribuir seu livro, a publicação independente é a solução que fornece essa liberdade.

Iniciar sua carreira literária e conquistar seus primeiros leitores

Como explicado anteriormente, editoras tradicionais tendem a priorizar autores consagrados ou escritores iniciantes que já tenham uma grande base de seguidores.

Se não for o seu caso e você de fato acreditar no seu texto, o livro independente é a alternativa para ingressar na carreira.

Assim, você vai conquistando seus primeiros leitores e fortalecendo seu nome como autor ou autora.

Com o tempo, você vai crescendo sua base de seguidores e conquistando seu espaço no mercado.

Chamar a atenção de uma editora tradicional

Então, conforme seus leitores aprovam sua obra, você começa a coletar depoimentos do seu livro. Isso ajuda a aprimorar seu processo criativo, mas também a atrair a atenção de editores e agentes literários.

Assim, o foco de qualquer escritor deve ser alcançar mais leitores. Pois, são os leitores que de fato determinam o sucesso de um livro. Diversas obras hoje bem-sucedidas antes foram rejeitados por editoras. Por exemplo, o primeiro livro da saga Harry Potter. Você pode se inspirar em histórias de autores de sucesso nesta leitura: 3 filmes sobre escritores.

Dessa forma, digamos que no início você não receba o tão desejado “sim” de uma grande editora. Então, após publicar seu livro independente, seu público cresce e se engaja com sua obra. Isso pode chamar a atenção das editoras tradicionais, abrindo as portas para futuras publicações em uma boa casa editorial.

Desvantagens da autopublicação

Agora que traçamos os principais pontos positivos do livro independente, vamos apresentar o outro lado da moeda. Entenda as possíveis desvantagens:

O autor precisa investir do próprio bolso

No livro independente, o investimento em produção editorial, distribuição e marketing são todos do autor. Diferentemente do que ocorre na publicação por uma editora tradicional.

Nesse sentido, você pode optar por falar diretamente com os diversos profissionais do livro e orçar com eles os custos de cada serviço de edição. Ou, pode solicitar um orçamento completo com editoras independentes.

A editora independente é um tipo de empresa que presta serviços completos de edição, publicação, distribuição e divulgação do livro. Assim, os custos serão mais elevados, mas a qualidade da produção também pode ser superior, se você escolher uma empresa bem conceituada.

De maneira geral, a tecnologia reduziu os custos de impressão e o e-book é uma excelente opção para começar. Os serviços são acessíveis e com um pouco de planejamento você consegue realizar um excelente projeto editorial.

Demanda mais trabalho

Todo profissional precisa conhecer seu mercado de atuação. Nesse sentido, escritores devem buscar compreender a dinâmica do mercado do livro. Além disso, mesmo em uma editora, é preciso saber acompanhar o trabalho da produção editorial.

Por outro lado, na publicação de um livro independente, esse trabalho é maior. Já que é o próprio autor que precisa ir de encontro aos prestadores de serviço, negociar, efetuar pagamentos e etc.

Caso você opte por buscar por conta própria revisores, diagramadores e etc. (o que é totalmente possível), será você o responsável por criar um fluxo de trabalho e acompanhar as entregas dos profissionais envolvidos. Além de verificar se o projeto está sendo seguido conforme solicitado.

Isso exige atenção, tempo e esforço. Portanto, se você escolher esse modelo de publicação, saiba que será preciso arregaçar as mangas e colocar a mão na massa!

É preciso desenvolver outras habilidades e adquirir mais conhecimento

Nem sempre o autor tem o conhecimento das etapas do processo editorial ou da parte técnica da confecção de um livro. Da mesma forma, nem sempre tem a disciplina e organização para coordenar o projeto.

Dessa forma, é preciso aprender sobre os principais procedimentos profissionais e conquistar habilidades gerenciais. Mesmo que você contrate uma editora independente, como vai saber se ela está fazendo um bom trabalho se você não conhece o básico da produção editorial?

Então, seja como for, um livro independente vai exigir mais do autor. Você não precisa fazer tudo sozinho. Mas, deve saber tomar as rédeas da situação e coordenar o projeto profissionalmente.

Como vencer os desafios do livro independente

Como você leu até aqui, as desvantagens de publicar um livro independente se resumem a desafios que podem ser superados. Sobretudo, com conhecimento sobre o setor e os profissionais envolvidos.

É preciso entender o mercado editorial, os principais processos com o texto antes de adquirir um ou outro serviço e ainda saber quando, como e quais serviços solicitar. Você encontra várias dicas gratuitas no nosso blog.

Além disso, se quiser aprofundar seu conhecimento e aprender com quem já passou por esses obstáculos, indicamos o e-book Como publicar um livro passo a passo”.

Se você gostou de entender os prós e contras da autopublicação e decidiu que chegou o momento de aprender a publicar seu livro, este e-book será um excelente guia para ajudar nas suas decisões. Clique no banner abaixo e conheça melhor o conteúdo:

Como publicar um livro passo a passo